Diálogo Poético – Jime e Bia

Muito prazer, sou libertária
É legal
É lindo
É tão correto dentro dos meus padrões morais
de quebrar padrões morais pré-estabelecidos

Mas então,
porque é tão difícil aplicar na minha vida?
Porque não consigo me libertar destas amarras
destas relações pré estabelecidas
destes códigos que eu nunca assinei
destas formas de interagir.

Minha cabeça foi moldada num outro formato
Eu não escolhi.
Sim, eu posso criticar
Sim, eu posso questionar

Eu faço tudo isso
Mas ainda assim… sofro.
E duplamente,
Sofro por não ter as relações que quero
e sofro por saber que desejar isso
não está de acordo com o que prego
com minha ideologia, filosofia.

Essa é a bossa.
O romantismo acaba com a nossa vida
na mesma medida que floreia, apalpa.
Talvez o caminho do meio.
Também tô nessa busca.

Nesse questionamento, sempre…

Anúncios

Sobre Jime Nahar

Sou um produto do meu entorno tentando me rebelar. Mas tá brabo, einh.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Diálogo Poético – Jime e Bia

  1. Tainá disse:

    Essa tentativa frustrada de romper com esses contratos culturalmente preestabelecidos que não assinei perturba minha alma. Essa sensação de não pertencimento me deixa triste e perdida as vezes…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s